Ibiraçu

No início do século XIX, a Europa passou por grandes transformações econômicas causadas pela Revolução Industrial. A política e a economia foram muito afetadas, pois a mão-de-obra - antes braçal - fora substituída pela mecanização, fazendo crescer o número de desempregados. O governo se deparou, repentinamente, com batalhões de camponeses sem terra e cidades miseráveis, pois todos não tinham condições de, sequer, se alimentar e sustentar suas famílias.

Nesta situação, muitas famílias da região norte da Itália – primeira a ser industrializada – sentiram-se obrigadas a imigrar, buscando por condições de trabalho e sobrevivência. Este mesmo período coincidiu com o fim da escravidão no Brasil que, de alguma forma contribuiria, com a chegada dos imigrantes europeus, para dar início a uma nova economia.

 

No nosso município

Em Ibiraçu, a colonização teve início em 1877, com a chegada de um grupo de Gênova, norte da Itália. As famílias vieram para a região e se distribuíram entre a sede e as regiões que, hoje, fazem parte do interior do município.

A vida e o trabalho eram movidos pela cultura da cana-de-açúcar, do café e da produção leiteira. Os costumes italianos, com algumas modificações oriundas do novo clima e novas influências, foram mantidos e podem ser vistos, até hoje, na arquitetura, culinária, religião e no dia-a-dia dos moradores de Ibiraçu.